Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.upf.br:8080/jspui/handle/tede/1524
???metadata.dc.type???: Tese
Title: Uma recontextualização do pensamento freireano nas sociedades complexas: a autonomia como um princípio educativo democrático
Other Titles: A recontextualization of Freirean thinking in complex societies: autonomy as a democratic educational principle
???metadata.dc.creator???: Marques, Franciele Fátima 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Mühl, Eldon Henrique
???metadata.dc.contributor.advisor-co1???: Barbosa, Manuel Gonçalves
???metadata.dc.description.resumo???: A presente pesquisa, apoiada no referencial da obra de Paulo Freire, busca na reflexão sobre o imaginário da autonomia e sua reconfiguração no campo especificamente educacional, avaliar as possibilidades e a eficácia da recontextualização de uma pedagogia da autonomia, vinculada aos princípios democráticos de constituição da cidadania dos sujeitos. Tal vertente individual do imaginário da autonomia encontra-se presente nas atuais discussões acerca do processo educacional e vem, ao longo dos anos, constituindo-se em tema de preocupação de intelectuais e responsáveis pelas instituições que se envolvem com educação. A autonomia se constituiu, a partir da Modernidade, em um princípio educativo central e de suma importância para o desenvolvimento do campo da educação dali adiante. Na atualidade, a questão da autonomia vem recebendo inúmeras críticas e problematizações acerca da abordagem de tal conceito dentro de uma perspectiva neoliberal e pós-moderna, o que exige uma retomada de sentido em um contexto que se faz complexo, multicultural, diversificado, plural. A complexidade crescente da sociedade e a sofisticação dos mecanismos de controle e manipulação dos indivíduos têm crescido em intensidade, o que tem dificultado não só a ação livre dos mesmos, como redimensionado o entendimento sobre a autonomia e a liberdade que cabe a cada indivíduo exercer. Esta pesquisa objetiva, portanto, a busca pela análise da fecundidade das reflexões de Freire e de suas propostas pedagógicas em um contexto de novas formas de reprodução social, econômica e política. O principal questionamento que orienta esta tese é acerca do potencial da crítica de Freire para a educação atual e de como uma recontextualização de sua preocupação com a autonomia dos sujeitos pode contribuir, de forma significativa, no desenvolvimento da emancipação, pela transformação da autonomia de jure em autonomia ¿de facto¿. Para tanto, além de realizar um exercício hermenêutico e crítico sobre a pedagogia freireana, realiza-se uma aproximação com concepções contemporâneas de educação emancipadora, especificamente a teoria do empoderamento e a educação libertadora renovada. A hipótese é a de que a proposta pedagógica da teoria da libertação de Freire, vinculada ao processo de construção da autonomia, pode trazer ainda contribuições muito eficazes no contexto da sociedade globalizada e do desenvolvimento multicultural. As conclusões apontam para a atualidade da concepção de Freire sobre a educação para a e na autonomia como condição indispensável para o desenvolvimento da sociedade democrática. Nesse processo destacam-se as categorias freirianas do diálogo, da contextualização, da participação e da práxis colaborativa multicultural. Autonomia e democracia se confluem em princípios interligados, de forma a um necessitar do outro para uma prática eficaz. A prática educativa democrática requer, assim, uma democracia radical assente na participação como ¿empoderamento¿ nos processos de decisão por parte da instituição escolar e dos sujeitos participantes.
Abstract: This research, supported in Paulo Freire's work reference, searching reflection on the imagery of autonomy and its reconfiguration in specifically educational field, assess the possibilities and effectiveness of recontextualising a pedagogy of autonomy, linked to the democratic principles on which the citizenship of the subjects. Such individual strand of imagery of autonomy is present in current discussions about the educational process and has, over the years, being in intellectual topic of concern and responsible institutions that are involved with education. Autonomy was formed from the Modernity in a central educational principle and of paramount importance to the development of the field of education there on. Currently, the issue of autonomy has received numerous criticism and problematizations about the approach of such a concept within a neoliberal perspective and postmodern, which requires a resumption of sense in a context that is complex, multicultural, diverse, plural. The increasing complexity of society and the sophistication of the mechanisms of control and manipulation of individuals have grown in intensity, which has hindered not only the free action of the same, as resizes the understanding of autonomy and freedom that it is up to each individual exercise. This research aims, therefore, the search for fecundity analysis of reflections of Freire and their pedagogical proposals in the context of new forms of social reproduction, economic and political. The main question guiding this thesis is about Freire's critique of the potential for current education and as a recontextualising its concern about the autonomy of the subjects can contribute significantly in the development of emancipation, the transformation of autonomy "of jure "in autonomy" in fact ". Therefore, in addition to performing a hermeneutical and critical exercise on Freire's pedagogy, carried out an approach to contemporary conceptions of emancipatory education, specifically the theory of empowerment and renewed liberating education. The hypothesis is that the pedagogical approach of the theory of liberation of Freire, linked to the construction of the autonomy process, can still bring very effective contributions in the context of a globalized society and multicultural development. The findings point to the relevance of Freire's conception of education for and autonomy as a prerequisite for the development of democratic society. In this process we highlight the Freirian categories dialogue, context, participation and multicultural collaborative practice. Autonomy, and democratic may converge in interconnected principles, so the other a need for effective practice. The democratic educational practice therefore requires a radical democracy based on participation as "empowerment" in decision-making on the part of the school and the participating subjects.
Keywords: Autonomia escolar
Educação
Educação
???metadata.dc.subject.cnpq???: CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
???metadata.dc.language???: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Universidade de Passo Fundo
???metadata.dc.publisher.initials???: UPF
???metadata.dc.publisher.department???: Faculdade de Educação – FAED
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Educação
Citation: MARQUES, Franciele Fátima. Uma recontextualização do pensamento freireano nas sociedades complexas: a autonomia como um princípio educativo democrático. 2016. 234 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade de Passo Fundo, Passo Fundo, RS, 2016.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.upf.br/jspui/handle/tede/1524
Issue Date: 29-Jul-2016
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016Franciele Marques.pdfTese Franciele Fátima Marques1.43 MBAdobe PDFView/Open ???org.dspace.app.webui.jsptag.ItemTag.preview???


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.