Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.upf.br/jspui/handle/tede/1377
Tipo do documento: Dissertação
Título: Ação antifúngica do estrato de Physalis peruviana Linnaeus frente ao fungo Botrytis cinerea
Título(s) alternativo(s): Antifungal action of the stratum of Physalis peruviana Linnaeus against the fungus Botrytis cinerea
Autor: Filippi, Débora 
Primeiro orientador: Friedrich, Maria Tereza
Resumo: A composição química do morango (Fragaria x ananassa Duch) contribui para o desenvolvimento de fungos, em especial, o Botrytis cinerea, principal fitopatógeno relacionado à cultura. Este é responsável por causar o mofo cinzento, principal doença fúngica que acomete os frutos, principalmente no período pós-colheita. A severidade da doença se deve à capacidade do Botrytis cinerea de permanecer nos frutos durante todo o período de maturação, vindo a se manifestar somente no período pós-colheita, o que resulta em consideráveis perdas econômicas para o setor produtivo e comercial. O controle do fungo é realizado majoritariamente por fungicidas sintéticos, indicados para aplicação a partir do início da floração até o período de pré-colheita dos frutos. Métodos alternativos de controle têm sido utilizados a fim de reduzir a incidência da doença, contudo características próprias do Botrytis cinerea o tornam altamente resistente. Estes fatores, somados aos elevados teores de resíduos de fungicidas nos frutos, e a busca pelo desenvolvimento de alimentos saudáveis, tem intensificado as pesquisas a fim de identificarem novos métodos de controle do Botrytis cinerea. Extratos obtidos de plantas tem despertado o interesse científico por conterem substâncias responsáveis por conferirem proteção às mesmas. Esta ação se deve à presença de metabólitos secundários capazes de exercerem ação antimicrobiana frente a uma gama de microrganismos. A presença de ácidos fenólicos e flavonoides nas diferentes partes dos frutos de Physalis peruviana conferem à espécie capacidade de atuar como um agente antimicrobiano natural. Avaliar a ação preventiva do extrato de Physalis peruviana sobre o fungo Botrytis cinerea, aplicado através de suspensão de conídios na concentração de 105 conídios por mL de suspensão, em morangos da variedade Albion, foi o objetivo geral deste projeto de dissertação. A aplicação do extrato de forma preventiva frente ao fungo demonstrou melhor ação antifúngica quando aplicado em morangos verdes armazenados a 25 °C. A composição química dos morangos possivelmente interfere na intensidade da ação exercida pelo extrato. Os compostos fenólicos, ácido clorogênico (148,8 ¿g mL-1), ácido cafeico (14,42 ¿g mL-1), ácido ferúlico (2,44 ¿g mL-1) e quercetina (190 ¿g mL-1), identificados no extrato exercem ação antifúngica sobre o fungo Botrytis cinerea e esta, possivelmente se deve a ação sinérgica dos três compostos. Physalis peruviana representa uma alternativa para controle preventivo de mofo cinzento em morangos da variedade Albion.
Abstract: The chemical composition of strawberry (Fragaria x ananassa Duch) contributes to the development of fungi, in particular Botrytis cinerea, the main phytopathogen related to the crop. This is responsible for causing gray mold, the main fungal disease that affects fruits, especially in the post-harvest period. The severity of the disease is due to the ability of Botrytis cinerea to remain in the fruits throughout the maturation period, only to occur in the post-harvest period, which results in considerable economic losses for the productive and commercial sector. The control of the fungus is carried out mainly by synthetic fungicides, indicated for application from the beginning of flowering to the period of pre-harvesting of the fruits. Alternative methods of control have been used in order to reduce the incidence of the disease, but Botrytis cinerea's own characteristics make it highly resistant. These factors, coupled with the high levels of fungicide residues in fruits and the search for the development of healthy foods, have intensified research to identify new methods of Botrytis cinereacontrol. Extracts obtained from plants have aroused the scientific interest to contain substances responsible for protecting them. This action is due to the presence of secondary metabolites capable of exerting antimicrobial action against a range of microrganisms. The presence of phenolic acids and flavonoids in different parts of the fruits of Physalis peruvianaconfer the ability of the species to act as a natural antimicrobial agent. To evaluate the preventive action of the extract of Physalis peruviana on the fungus Botrytis cinerea, applied by suspension of conidia in the concentration of 105 conidia per mL of suspension, in strawberries of the Albion variety was the general objective of this dissertation project. Application of the extract preventively against the fungus demonstrated a better antifungal action when applied to green strawberries stored at 25 °C. The chemical composition of strawberries possibly interferes with the intensity of the action exerted by the extract.Phenolic compounds, chlorogenic acid (148.8 μg mL-1), caffeic acid (14.42 μg mL-1), ferulic acid (2.44 μg mL-1) and quercetin (190 μg mL-1) identified in the extractexert an antifungal action on the fungus Botrytis cinerea, possibly due to the synergistic action of the three compounds. Physalis peruviana represents an alternative for preventive control of gray mold in strawberries of the Albion variety.
Palavras-chave: Morango - Doenças e pragas
Compostos fenólicos
Fungos
Antioxidantes
Área(s) do CNPq: CIENCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS::ENGENHARIA DE ALIMENTOS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade de Passo Fundo
Sigla da instituição: UPF
Departamento: Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária – FAMV
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia de Alimentos
Citação: FILIPPI, Débora. Ação antifúngica do estrato de Physalis peruviana Linnaeus frente ao fungo Botrytis cinerea. 2018. 86 f. Dissertação (Mestrado em Ciência e Tecnologia de Alimentos) - Universidade de Passo Fundo, Passo Fundo, RS, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.upf.br/jspui/handle/tede/1377
Data de defesa: 3-Abr-2018
Aparece nas coleções:Programa de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia de Alimentos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2018DeboraFilippi.pdfDissertação Débora Filippi1,28 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.