Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.upf.br:8080/jspui/handle/tede/1281
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: O papel do grupo e a formação do pensamento autônomo segundo Piaget
Other Titles: The role of the group and the formation of autonomous thinking according to Piaget
???metadata.dc.creator???: Vargas, Claudeonor Antonio de 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Dalbosco, Claudio Almir
???metadata.dc.description.resumo???: A presente dissertação tem por objetivo a investigação acerca do papel do trabalho em grupo para a formação do pensamento autônomo com base nas intuições do jovem Piaget. Nesse sentido, percorremos o caminho que o levou a rejeitar a Educação Tradicional e a colocar-se na defesa dos ideais do emergente movimento da Educação Nova. A referida rejeição piagetiana encontra seu objeto primeiro na proposição pedagógica que possui suas raízes na filosofia escolástica, entendida como autoritária e livresca. Em contrapartida, Piaget alinha-se com a perspectiva pedagógica ativa do trabalho em grupo, constituído por pares coetâneos, em relação ao qual destacamos as principais características. Intentamos demonstrar que, na base deste movimento em direção à inovação educacional, repousa uma profunda alteração na recepção aos sujeitos educandos: estes deixam de ser considerados como passivos e passam a ser, em consequência, tidos como ativos. Do núcleo desta transformação receptiva aos sujeitos, emergem os conceitos de cooperação, solidariedade, reciprocidade e respeito mútuo, todos girando em torno de um ideal interativo que se dá entre iguais. Da concepção de grupo como elemento vital ao desenvolvimento da razão destacamos seu papel emulador à evolução da consciência nos níveis do intelecto, da moral e do afeto. Para uma maior compreensão do raciocínio de Piaget, desvelamos a raiz filosófica subjacente a seu trabalho de viés científico. Por fim, refletimos sobre as repercussões da relação profícua de Piaget com a Filosofia e abstraímos algumas possibilidades de renovação de questões filosóficas com vistas a uma ideia de Filosofia da Educação. Adotamos como metodologia investigativa a leitura e a análise crítica de obras relacionadas à temática em Piaget e em comentadores relevantes. Trabalhamos com a visão hermenêutica gadameriana que rejeita o conceito de medido para as questões humano-educacionais e concede precedência ao conceito de adequado. Os esforços de reflexão nos levam a uma dupla conclusão, obviamente que sem a pretensão de fechar questão. Primeiro, consideramos que o retorno ao jovem Piaget oferta uma rica alternativa para tecermos considerações acerca das problemáticas educacionais, em especial as questões de sentido que perpassam o ato educativo formal de forma específica e a existência humana de maneira geral. Na segunda, acreditamos que radica no trabalho em grupo um expressivo potencial da formação racional humana para desenvolver a autonomia necessária à constituição de sentido ético-existencial singular e coletivo.
Abstract: This dissertation aims to investigate the role of group work for the formation of autonomous thinking based on the intuitions of the young Piaget. In this sense, we walk the path that leads him to reject the Traditional Education and put himself in defense of the ideals of the emerging New Education movement. This Piagetian rejection of tradition finds its object first in the pedagogical proposition which has its roots at the scholastic philosophy understood as authoritarian and bookish. On the other hand, Piaget is aligned with the active pedagogical perspective of the group work, specifically composed of peer-peers, in relation to which we highlight the main characteristics. We try to demonstrate that, on the basis of this movement towards educational innovation, there is a profound change in the reception of the learners: they cease to be considered passive and are therefore considered as assets. From the core of this receptive transformation to the subjects emerges the concepts of cooperation, solidarity, reciprocity and mutual respect, all revolving around an interactive ideal that occurs between equals. From the conception of the group as a vital element to the development of reason we emphasize its emulatory role to the evolution of consciousness in the levels of the intellect, morality and affection. For a better understanding of Piaget's reasoning, we u nveil the underlying philosophical root of his scientific work. Finally, we reflect on the repercussions of Piaget's profitable relationship with Philosophy, and we abstract some possibilities of renewing of philosophical questions with a view to an idea of Philosophy of Education. We adopted as an investigative methodology the reading and critical analysis of works related to the subject in Piaget and in relevant commentators. We work with the Gadamerian hermeneutic vision that, connected with Piaget's thinking, rejects the concept of measured to human and educational issues and it gives precedence to the concept of adequate. The efforts of reflection lead us to a double conclusion, obviously without the pretense of closing the question. First, we consider that the return to the young Piaget offers a rich alternative to make considerations about educational problems, especially the questions of meaning that pass through the formal educational act in a specific way and the human existence in general. In the second, we believe that in the group work is an expressive potential of human rational formation able to develop the necessary autonomy to the constitution of a singular and collective ethical and existential sense.
Keywords: Educação humanística
Pensamento crítico
Construtivismo
???metadata.dc.subject.cnpq???: CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
???metadata.dc.language???: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Universidade de Passo Fundo
???metadata.dc.publisher.initials???: UPF
???metadata.dc.publisher.department???: Faculdade de Educação – FAED
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Educação
Citation: VARGAS, Claudeonor Antonio de. O papel do grupo e a formação do pensamento autônomo segundo Piaget. 2016. 100 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade de Passo Fundo, Passo Fundo, RS, 2016.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.upf.br/jspui/handle/tede/1281
Issue Date: 29-Apr-2016
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016ClaudeonorAntoniodeVargas.pdfDissertação Claudeonor Antônio de Vargas361.87 kBAdobe PDFView/Open ???org.dspace.app.webui.jsptag.ItemTag.preview???


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.