Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.upf.br:8080/jspui/handle/tede/1253
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: A complexificação de conhecimentos de crianças, na educação infantil: um estudo de caso
Other Titles: The complexity of children's knowledge in early childhood education: a case study
???metadata.dc.creator???: Camargo, Mariele Fátima de 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Dickel, Adriana
???metadata.dc.description.resumo???: A Educação Infantil, como etapa da Educação Básica, ainda carece de definições, dentre as quais as que dizem respeito à sua proposta curricular, especialmente ao tratar da relação entre os conceitos advindos das experiências da criança e os de cunho científico. Com esta dissertação objetiva-se reconhecer e analisar ações que, pela intervenção do(a) professor(a) e pelo processo de interação e colaboração entre crianças, tornam possível a constituição e a complexificação de sistemas conceituais na Educação Infantil. A questão orientadora da investigação que sustenta esta exposição tem a seguinte formulação: mediante que ações os sistemas de conceitos são constituídos e complexificados no processo de interação e colaboração entre crianças e pela intervenção da professora na Educação Infantil? De abordagem qualitativa, este estudo possui caráter exploratório, beneficiando-se de elementos metodológicos da teoria fundamentada e do estudo de caso, e orienta-se pelos princípios da análise microgenética. Foram observadas turmas de Pré-Escola I e Pré-Escola II de uma escola de Educação Infantil da rede pública de Passo Fundo, sendo os registros feitos mediante videogravação e produção de diário de campo. Fundamenta a pesquisa a Teoria Histórico-Cultural, especialmente, os estudos de Vigotsky (2007, 2009) sobre aprendizagem e desenvolvimento e sobre a elaboração de conceitos na criança. Parte-se da premissa vigotskiana segundo a qual o acesso ao conceito científico na sua relação com os sistemas conceituais é condição para a (re)significação e a sofisticação do conhecimento, que se realizam por meio da tomada de consciência e da arbitrariedade. Propõe-se, com base nessa teoria, quatro princípios que podem ser acionados para compreender situações de interação envolvendo a tríade criança, professor e conhecimento: tornar conhecido ao professor os conhecimentos já elaborados pelas crianças, para que sua intervenção seja planejada com vistas à produção de novos conhecimentos; estabelecer relação entre conhecimentos que as crianças já possuem e conceitos científicos; estimular a expansão do vocabulário como estratégia de complexificação dos conhecimentos; criar um espaço que permita à criança (re)elaborar seus conhecimentos num processo de interação e cooperação. Considera-se os processos de sistematização e de institucionalização expostos por Brousseau (2008) e tematizados por Lerner (2004), Dickel, Laimer e Scartazzini (2016) e Freire (2014) como estratégias fundamentais em um currículo em que as vozes das crianças ganham espaço e legitimidade. Destaca-se que a Educação Infantil é um momento imprescindível à formação integral da criança e tem, pela intervenção do (a) professor(a), o compromisso de dar-lhe voz e vez, de criar oportunidades para que, na atividade, ela possa aprender e se desenvolver cognitiva e afetivamente, de maneira cada vez mais sofisticada, em diálogo com a cultura. Assim, como interlocutoras inteligentes, as crianças possuem seu lugar na consolidação de uma proposta curricular que favoreça a incorporação de suas manifestações, de suas experiências e interpretações acerca do mundo. Ao oferecer algumas contribuições para o campo da Educação Infantil, especialmente no que tange aos aspectos curriculares e à incorporação da linguagem verbal das crianças ao planejamento pedagógico, os resultados apontaram que as ações informadas pelos princípios elaborados com base na Teoria Histórico-Cultural, a escuta, a instituição de perguntas, o processo de sistematização e de institucionalização são indicadores de como os sistemas de conceitos são constituídos e complexificados nas diversas situações de interação que envolvem a intervenção da professora e a colaboração entre as crianças.
Abstract: Child Education, as a constituent stage of Basic Education, still lacks definitions, among which are those related to its curricular proposal, especially for the relation between the concepts arising from the child's experiences and those of a scientific nature. This dissertation aims to recognize and analyze actions that, through the teacher's intervention teacher and through the process of interaction and collaboration between children, making possible a constitution and a complexation of conceptual systems in Early Childhood Education. The guiding question of the research that sustains this exposition has the following formulation: through what actions are the concept systems constituted and complexed in the process of interaction and collaboration among children and by the intervention of the teacher in Early Childhood Education? From a qualitative approach, this study has an exploratory character, benefiting from elements of grounded research and case study and is guided by the principles of microgenetic analysis. It was used observation, video recording, production of field notes and transcription of classes in groups of Pre-School I and Pre-School II of a School of Early Childhood Education of the public network of Passo Fundo. The research is based on the Cultural-Historical Theory, especially the studies of Vygotsky (2007, 2009) on learning and development and on the elaboration of concepts in the child and the vigotskian thesis according to which the access to the scientific concept in its relation with the systems concepts is a condition for the (re) signification and sophistication of knowledge, which are realized through awareness and arbitrariness. Based on this theory, four principles can be used to understand interaction situations involving the child, teacher and knowledge: to make known to the teacher the knowledge already elaborated by the children, so that their intervention is planned with a view to the production of new knowledge; To establish a relationship between knowledge that children already possess and a scientific concept; Complexify knowledge by expanding vocabulary; And create a space that allows the child to elaborate their knowledge in a process of interaction and cooperation. It is considered the processes of systematization and institutionalization exposed by Brousseau (2008) and by Lerner (2004), Dickel, Laimer and Scartazzini (2016) and Freire (2014) as fundamental strategies in a curriculum in which children's voices win legitimacy. It is important to emphasize that Early Childhood Education is an essential moment for the integral formation of the child and has, through the intervention of the teacher, the commitment to give them voice and time, to create opportunities so that, in the activity, children can learn and develop cognitively and affectively, in an increasingly sophisticated way, in dialogue with culture. As intelligent interlocutors, children have their place in the consolidation of a curricular proposal that favors the incorporation of their manifestations, their experiences and interpretations about the world. By offering some contributions to the field of Early Childhood Education, especially with regard to the curricular aspects and the incorporation of children's verbal language into pedagogical planning, the results pointed out that the actions informed by the principles elaborated on the basis of Historical-Cultural Theory, listening , The institution of questions, the process of systematization and institutionalization are indicators of how the systems of concepts are constituted and complex in the various situations of interaction, involving the intervention of the teacher and collaboration among the children.
Keywords: Educação de crianças
Comunicação oral
Neuropsicologia
???metadata.dc.subject.cnpq???: CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
???metadata.dc.language???: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Universidade de Passo Fundo
???metadata.dc.publisher.initials???: UPF
???metadata.dc.publisher.department???: Faculdade de Educação – FAED
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Educação
Citation: CAMARGO, Mariele Fátima de. A complexificação de conhecimentos de crianças, na educação infantil: um estudo de caso. 2016. 184 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade de Passo Fundo, Passo Fundo, RS, 2016.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.upf.br/jspui/handle/tede/1253
Issue Date: 13-Dec-2016
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016MarieliCamrago.pdfDissertação Mariele Fátima de Camargo2.8 MBAdobe PDFView/Open ???org.dspace.app.webui.jsptag.ItemTag.preview???


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.