Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.upf.br:8080/jspui/handle/tede/1215
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: Por trás e para além dos muros: tensões, contradições e desafios no cotidiano de trabalhadores da socioeducação a partir da política do SINASE
Other Titles: Behind and beyond the walls: tensions, contradictions and challenges in the daily life of workers of the socioeducation from the policy of SINASE
???metadata.dc.creator???: Mella, Lisiane Ligia 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Marcon, Telmo
???metadata.dc.description.resumo???: Este estudo contempla a temática da socioeducação, política pública destinada a adolescentes em conflito com a lei, e teve como objetivo analisar como os trabalhadores da socioeducação percebem a sua relação com o adolescente em conflito com a lei, o sistema socioeducativo e a condução do trabalho desenvolvido a partir do advento da Lei 12.594/12, denominada - lei do SINASE. Essa lei foi promulgada no ano de 2012 pela Presidência da República e instituiu o Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo SINASE, cuja finalidade é regulamentar o atendimento ao adolescente em cumprimento de medida socioeducativa. O estudo é descritivo e possui delineamento qualitativo, sendo utilizado como instrumento de coleta de dados uma entrevista semiestruturada dirigida a gestores, membros da equipe técnica e agentes socioeducadores que trabalham em uma unidade socioeducativa de internação, totalizando doze participantes. A fundamentação teórica da pesquisa entrecruza-se com as falas dos participantes, compondo experiências empíricas que constituíram e delinearam diferentes olhares, projetos e posturas político-pedagógicas, apresentando as tensões, os conflitos e as contradições presentes no cotidiano desses trabalhadores e as dinâmicas que envolvem o estar dentro e fora dos muros que cercam a unidade socioeducativa e também o sistema socioeducativo. Os capítulos iniciais contemplam as bases teóricas que fundamentam a socioeducação, incluindo a educação social, a educação não formal e a pedagogia makarenkiana. Em seguida, são apresentados elementos básicos das políticas de atenção aos adolescentes em conflito com a lei, por meio das contribuições de autores como Irene Rizzini, Francisco Pilotti, Michel Foucault e Arno Vogel. Para a análise do cenário de inclusão social dos adolescentes em conflito com a lei, as referências foram autores como François Dubet e Carmem Silveira de Oliveira. O texto segue com a exposição do contexto brasileiro na perspectiva de Jessé de Souza, Mione Apolinário Sales e Loic Wacquant, incluindo a compreensão dos complexos processos de exclusão, dominação e a reprodução de violências. A partir da apresentação dos cenários que envolvem os adolescentes em conflito com a lei e as delimitações da lei do SINASE, são recompostos os diversos dilemas vivenciados pelos participantes da pesquisa na chegada da lei na unidade socioeducativa, sobretudo, na forma repentina como ela foi inserida na rotina de trabalho. Na ausência de um diálogo que envolvesse todos os trabalhadores, dificuldades apareceram quanto à compreensão integral dos significados da lei do SINASE, abrindo espaço para interpretações subjetivas, sobretudo quanto aos regimes disciplinares aplicados aos adolescentes. Com a análise dos dados, foram identificadas duas ações pedagógicas desenvolvidas pelos trabalhadores na rotina diária com os adolescentes: uma volta-se à necessidade de trabalhar com os adolescentes a partir de regras e normas delimitadas; e outra, à necessidade de trabalhar com os adolescentes a partir da escuta e da conversa. Tais ações e posturas pedagógicas evidenciam realidades e discursos distintos, estabelecendo e impulsionando tensões entre colegas de trabalho. Os participantes da pesquisa destacaram também desafios decorrentes do trabalho na socioeducação, entre eles a falta de reconhecimento e de unidade entre os trabalhadores, incluindo a pressão e o adoecimento como manifestações de sofrimento. O estudo permite afirmar que voltar o olhar aos trabalhadores da socioeducação requer imergir nessa realidade sob a perspectiva daqueles que acompanham diretamente o adolescente e sua passagem pelo sistema socioeducativo, contribuindo para a promoção e ampliação de espaços de escuta, de diálogo e de reflexão.
Abstract: This study contemplates the subject of socioeducation, a public policy aimed at adolescents in conflict with the law, and had as objective to analyze how the workers of the socioeducation perceive their relation with the adolescent in conflict with the law, the socioeducative system and the conduction of the work developed since the advent of Law 12.594/12, called as "SINASE‟s law". This law was promulgated in the year 2012 by the Presidency of the Republic and instituted the National System of Socio-educational Attendance - SINASE, whose purpose is to regulate the service to the adolescent that is fulfilling socio-educational measures. The study is descriptive and has a qualitative design, being used as a data collection instrument a semi-structured interview directed to managers, members of the technical team and socioeducator agents working in a socioeducative unit, totalizing twelve participants. The theoretical basis of the research is interlaced with the speeches of the participants, composing empirical experiences that constituted and delineated different political and pedagogical perspectives, projects and postures, presenting the tensions, conflicts and contradictions present in the daily life of these workers and the dynamics that involve being "inside" and "outside" the walls surrounding the socio-educational unit and also the socio-educational system. The initial chapters contemplates the theoretical foundations that underpin socioeducation, including social education, non-formal education and Makarenkian pedagogy. Next, basic elements of the policies of attention to adolescents in conflict with the law are presented, through the contributions of authors such as Irene Rizzini, Francisco Pilotti, Michel Foucault and Arno Vogel. For the analysis of the scenario of social inclusion of adolescents in conflict with the law, references were authors such as François Dubet and Carmem Silveira de Oliveira. The text follows with the exposition of the brazilian context in the perspective of Jessé de Souza, Mione Apolinário Sales and Loic Wacquant, including the understanding of the complex processes of exclusion, domination and the reproduction of violence. Based on the presentation of the scenarios involving adolescents in conflict with the law and the delimitations of the SINASE‟s law, the several dilemmas experienced by the participants in the research with the arrival of the law in the socio-educational are recomposed, especially in the sudden form as it was inserted in the work routine. In the absence of a dialogue involving all workers, difficulties appeared regarding the full comprehension of the meanings of the SINASE‟s law, opening space for subjective interpretations, especi ally regarding the disciplinary regimes applied to adolescents. With the analysis of the data, two pedagogical actions developed by the workers in the daily routine with the adolescents were identified: one turns to the need to work with the adolescents from rules and delimited norms; and another, the need to work with adolescents from listening and talking. Such actions and pedagogical positions reveal distinct realities and discourses, establishing and fostering tensions among work colleagues. The research participants also highlighted challenges arising from work in social education, including the lack of recognition and "unity" among workers, including pressure and illness as manifestations of suffering. The study allows to affirm that looking back to the workers of the socioeducation requires immersing in this reality from the perspective of those who accompany the adolescent directly and passing through the socioeducational system, contributing to the promotion and expansion of spaces for listening, dialogue and reflection.
Keywords: Sociologia educacional
Educação e Estado
Adolescentes
???metadata.dc.subject.cnpq???: CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
???metadata.dc.language???: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Universidade de Passo Fundo
???metadata.dc.publisher.initials???: UPF
???metadata.dc.publisher.department???: Faculdade de Educação – FAED
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Educação
Citation: MELLA, Lisiane Ligia. Por trás e para além dos muros: tensões, contradições e desafios no cotidiano de trabalhadores da socioeducação a partir da política do SINASE. 2017. 142 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade de Passo Fundo, Passo Fundo, RS, 2017.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.upf.br/jspui/handle/tede/1215
Issue Date: 11-Sep-2017
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017LisianeLigiaMella.pdfDissertação Lisiane Ligia Mella695.48 kBAdobe PDFView/Open ???org.dspace.app.webui.jsptag.ItemTag.preview???


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.