Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.upf.br/jspui/handle/tede/761
Tipo do documento: Dissertação
Título: Homofobia e educação : problematizações e possibilidades de construção de uma cultura de respeito e liberdade às diferenças
Autor: Scolari, Adriel Paulo 
Primeiro orientador: Mühl, Eldon Henrique
Resumo: O presente trabalho analisa o problema da homofobia e discute as perspectivas e possibilidades de construção, através da educação, de uma cultura que visibilize e valorize as diferenças. Muitos discursos e práticas atuais ainda abordam as homossexualidades de forma depreciativa e preconceituosa. Quando esses discursos e práticas encontram-se nos ambientes educacionais, a preocupação torna-se ainda maior, pois nesses ambientes estão se constituindo as subjetividades dos indivíduos das próximas gerações. Se o que se pretende com a educação é formar um mundo solidário, onde todos os indivíduos relacionem-se de forma digna e democrática, é necessário preocupar-se com uma formação que produz sentimentos de repugnância e ódio entre os seres humanos, como, por exemplo, a homofobia. Apesar de muitos avanços neste sentido, considerando o século em que vivemos, a homofobia é um fenômeno ainda muito presente na sociedade, incluindo a brasileira, e sua repercussão atinge as escolas. Nesta dissertação, com base em um estudo bibliográfico de abordagem hermenêutica, busca-se analisar as causas desses comportamentos e avaliar algumas ideias que podem contribuir para o desenvolvimento de uma educação não discriminadora da liberdade sexual. Para tanto, descrevem-se, incialmente, algumas práticas de homofobia produzidas e reproduzidas nos ambientes educacionais e, posteriormente, à luz de Michel Foucault e Martha Nussbaum, investigam-se as raízes dos discursos e dos sentimentos contrários às sexualidades que divergem do padrão heterossexual, tido como natural ou normal . Também se investiga, a partir da construção desse padrão, como as demais formas de existir ou de praticar as sexualidades foram se tornando estigmatizadas, repulsivas, causando exclusão e violência física e psicológica ao longo dos tempos. Com base nessas reflexões, apontam-se as possibilidades e perspectivas que podem desestabilizar a homofobia na sociedade, principalmente, a partir da educação das futuras gerações
Abstract: The following work examines the homophobia problem and discusses the perspectives and possibilities of constructing, through education, a culture which visualizes and values the differences. Many discussions and current practices still have the homosexuality in a depreciating and prejudice way. When these discussions and practices are found in educational environments, the concern becomes even wider because in these environments next generations individual‟s subjectivities are being formed. If making a solidary world is intended by education, in which all the individuals have a dignified and democratic relationship, it is necessary to worry about an education that creates repugnancy and hate among human beings, for instance, the homophobia. Despite many advances in this aspect, considering the century we are living, the homophobia is a highly present phenomenon in our society, including the Brazilian one, and its repercussion reaches schools. In this dissertation, based on a bibliographic study with hermeneutical approach, it is aimed to analyze the causes for these kinds of behaviors and to evaluate some ideas, which might contribute for the development of a sexual freedom non-discriminating education. Therefore, it is initially described some homophobia practices generated and reproduced in the educational atmosphere and, subsequently based on Michel Foucault e Martha Nussbaum, it is investigated the roots of discussions and sexualities opposed feelings which diverge from the heterosexual pattern, known as natural or normal . From the construction of this pattern, it is also examined how the other ways of living and practicing sexualities were made stigmatized, repulsive, causing exclusion, physical and psychological violence along the years. Based on these considerations, the possibilities and perspectives are pointed out and they can destabilize homophobia in the society, mainly through future generations
Palavras-chave: Educação
Sociologia educacional
Religião e cultura
Homossexualidade
Ideologia
Education
Educational sociology
Religion and culture
Homosexuality
Ideology
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade de Passo Fundo
Sigla da instituição: UPF
Departamento: Educação
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação
Citação: SCOLARI, Adriel Paulo. Homofobia e educação : problematizações e possibilidades de construção de uma cultura de respeito e liberdade às diferenças. 2014. 84 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade de Passo Fundo, Passo Fundo, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://10.0.217.128:8080/jspui/handle/tede/761
Data de defesa: 8-Aug-2014
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Educação

Files in This Item:
File SizeFormat 
2014AdrielScolari.pdf410,78 kBAdobe PDFView/Open ???org.dspace.app.webui.jsptag.ItemTag.preview???


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.