Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.upf.br:8080/jspui/handle/tede/2168
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: Desmistificando o bom doutor : imaginários sociais sobre deficiência e seus reflexos nas políticas educacionais inclusivas
???metadata.dc.creator???: Guerra, Simone Zanatta 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Esquinsani, Rosimar Serena Siqueira
???metadata.dc.description.resumo???: Esta dissertação visa à construção de conhecimento na área das políticas educacionais inclusivas. Tal objetivo é perseguido por meio de um estudo sobre os imaginários sociais acerca da deficiência e da educação especial na perspectiva da educação inclusiva. O estudo tem como problema de pesquisa a seguinte questão: como os imaginários sociais sobre a deficiência se refletem na educação especial na perspectiva da política educacional inclusiva? Assim, analisou-se tais imaginários, especialmente os encontrados explícita e/ou implicitamente nos dispositivos legais e nos discursos docentes, a fim de identificar quais são os seus reflexos no percurso andarilhado pelas políticas educacionais inclusivas. Este trabalho resultou de uma pesquisa básica, qualitativa e exploratória que utilizou como instrumentos de coleta de dados a pesquisa documental e um questionário on-line. A pesquisa documental teve como corpus empírico legislações que versam sobre a política educacional, com foco na educação inclusiva, e sobre os direitos das pessoas com deficiência. Já o questionário foi realizado com professores da educação básica que atuam em escolas da rede pública e incluiu questões relacionadas ao seriado televisivo O bom doutor (no original, The good doctor), cujo protagonista é um médico em formação que apresenta diagnóstico de transtorno do espectro autista (TEA) e síndrome de Savant. Buscou-se realizar, por meio desse instrumento, uma aproximação com a educação inclusiva e os(as) estudantes que constituem o público-alvo da educação especial, aproximação essa encarada como estratégia para desvelar os imaginários sociais dos(as) docentes sobre a deficiência e a influência desses imaginários em suas práticas educativas. Os resultados da pesquisa demonstram que ainda há desafios a serem enfrentados para o fortalecimento das políticas de educação inclusiva e que eles perpassam os imaginários construídos socialmente sobre a deficiência, envolvendo, entre outros aspectos: a noção de capacitismo; o preconceito como barreira atitudinal à inclusão das pessoas com deficiência; a existência de uma concepção ambígua em relação à autonomia desses sujeitos; e a percepção negativa da deficiência como impedimento, dificuldade, limitação e/ou restrição.
Abstract: This dissertation seeks to produce knowledge to contribute with the field of inclusive education policies. Such an objective is achieved by studying social imaginaries on disabilities and special education through the perspective of inclusive education. This study has the following research question: how the social imaginaries on disabilities reflect on special education through the perspective of inclusive education policy? Thus, these imaginaries — especially the ones explicitly or implicitly found in the legal devices and teaching discourses — were analyzed in order to identify their reflections on the history of inclusive education policies. This work is the result of a basic, qualitative and exploratory research in which desk research and an on-line questionnaire were used as data collection tools. The empiric corpus of the documental research are the legislations which deal with education policy — especially inclusive education — and the rights of people with disabilities. The questionnaire was answered by basic schooling teachers who work in public schools. It contained questions about the TV show The good doctor, whose protagonist is a doctor in training diagnosed with autistic spectrum disorders and savant syndrome. Using this instrument, we tried to get closer to inclusive education and to students who are the target of special education. This approach was understood as a strategy to reveal the teachers’ social imaginaries on disabilities and its influence in their educational practices. The results of this research show that there still are challenges to be faced in order to strengthen the inclusive education policies and also that these challenges permeate socially constructed imaginaries on disabilities. Those encompass, among other factors: the notion of capacitism; the prejudice as an attitudinal barrier to the inclusion of people with disabilities; the existence of an ambiguous notion of these subjects’ autonomy; and the negative perception of disabilities as difficulty, limitation and/or restriction.
Keywords: Educação inclusiva
Educação e Estado
Estudantes
???metadata.dc.subject.cnpq???: CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
???metadata.dc.language???: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Universidade de Passo Fundo
???metadata.dc.publisher.initials???: UPF
???metadata.dc.publisher.department???: Faculdade de Educação – FAED
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Educação
Citation: GUERRA, Simone Zanatta. Desmistificando o bom doutor : imaginários sociais sobre deficiência e seus reflexos nas políticas educacionais inclusivas. 2021. 91 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade de Passo Fundo, Passo Fundo, RS, 2021.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.upf.br:8080/jspui/handle/tede/2168
Issue Date: 23-Aug-2021
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2021SimoneZanattaGuerra.pdfDissertação Simone Zanatta Guerra834.65 kBAdobe PDFView/Open ???org.dspace.app.webui.jsptag.ItemTag.preview???


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.