Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.upf.br:8080/jspui/handle/tede/1779
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorTimmermann, Rafael de Souza-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/0969634023515698por
dc.contributor.advisor1Toldo, Claudia Stumpf-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/7927613573357678por
dc.date.accessioned2019-09-17T17:37:55Z-
dc.date.issued2019-04-26-
dc.identifier.citationTIMMERMANN, Rafael de Souza. Ensinar língua estrangeira é ensinar a viver: proposições enunciativas como base teórico-metodológica para o fazer docente dos professores de língua estrangeira. 2019. 139 f. Tese (Doutorado em Letras) - Universidade de Passo Fundo, Passo Fundo, RS, 2019.por
dc.identifier.urihttp://tede.upf.br:8080/jspui/handle/tede/1779-
dc.description.resumoPropomo-nos, neste trabalho, a dedicar atenção ao ensino de línguas sob um viés enunciativo, isto é, tentamos dar sustentação à tese de que a Teoria da Enunciação comporta noções basilares que contribuem como aparato teórico para as escolhas que os professores fazem ao optarem por abordagens, métodos e técnicas, no que tange ao ensino de língua estrangeira como prática humana e o seu próprio fazer docente. Para isso, realizamos um estudo teórico acerca da Teoria da Enunciação, a qual encontramos em textos de Émile Benveniste presentes nos Problemas de Linguística Geral I e II, e, a partir da leitura dos seus textos, apresentamos proposições que constroem uma base teórica para uma concepção enunciativa de língua para o ensino de língua estrangeira (inglês). O percurso que realizamos para culminar em tais proposições começa em uma retomada histórica sobre o ensino de línguas estrangeiras no Brasil e a situação atual. Na sequência, construímos uma explanação sobre métodos de ensino de língua estrangeira, os quais, apesar de ensinarem língua estrangeira, são parte do problema que levantamos: os métodos em si não apresentam uma concepção de língua suficiente que dê suporte para as decisões que os professores precisam tomar ao prepararem e aplicarem suas aulas. Com o problema delineado, apresentamos ao leitor a Teoria da Enunciação, bem como o autor Émile Benveniste. Por fim, deslocamos conceitos dessa teoria e sugerimos que, de acordo com