Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.upf.br/jspui/handle/tede/1604
Tipo do documento: Dissertação
Título: Avaliação de parâmetros actimétricos em idosos saudáveis e com declínio cognitivo
Título(s) alternativo(s): Evaluation of actimetric parameters in healthy elderly people with cognitive decline
Autor: Mattos, Ana Carolina Squeff de 
Primeiro orientador: Marchi, Ana Carolina Bertoleti De
Primeiro coorientador: Forcelini, Cassiano Mateus
Resumo: Introdução: Os problemas do sono são comuns na demência, especialmente em casos graves. A actigrafia emergiu como um método valioso para medir os padrões de sono e foi aplicada para avaliar o ritmo de descanso atividade na doença de Alzheimer (DA). Uma comparação direta entre pacientes com DA e Comprometimento Cognitivo leve (CCL), assim como com idosos normais, é escassa na literatura sobre padrões actigráficos. Métodos: Este estudo transversal incluiu 82 participantes ambulatoriais (27 idosos cognitivamente saudáveis, 28 pacientes CCL e 27 pacientes DA tardia com CCL). Sujeitos com estágio 2 ou 3 na Classificação de Demência Clínica (CDR), uso de medicamentos para distúrbios do sono, diagnóstico de outras doenças neurológicas (incluindo demências não relacionadas à DA), sintomas sugestivos de apneia obstrutiva do sono não tratada ou síndrome das pernas inquietas e pontuação maior que 5 na Escala de Depressão Geriátrica (GDS) foram excluídos. O estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética local e consistiu no uso ininterrupto de um aparelho de actigrafia de pulso por pelo menos 7 dias. Dados demográficos e clínicos foram coletados, incluindo os resultados da avaliação cognitiva: Mini-mental, CDR, Escala de Avaliação da DA - subescala cognitiva (ADAS-Cog), Teste de Fluência Verbal (VFT), teste de desenho do relógio e GDS. Registros actigráficos relacionados ao ritmo desncanso atividade foram analisados por um programa adequado, considerando a variabilidade intradiária média (mIV); estabilidade interdial (IS); média das 10 horas de maior atividade (M10); média das 5 horas de menor atividade (L5); amplitude relativa (AR). Resultados: Grupo DA apresentou maiores valores de L5 (média e desvio padrão: 114,7 ± 124,7 vs. 57,1 ± 48,7; p = 0,011) e tendência a maior mIV (0,73 ± 0,15 vs. 0,64 ± 0,15; p = 0,055) do que o CCL pacientes. Por outro lado, os valores de AR foram menores em pacientes com DA (0,94 ± 0,04 vs. 0,97 ± 0,02; p = 0,011). Indivíduos normais mostraram uma tendência a diminuir os valores de L5 em comparação ao grupo DA (79,7 ± 50,5 vs. 114,7 ± 124,7; p = 0,067). Como esperado, o grupo com DA apresentou pior desempenho em todos os testes cognitivos em comparação aos demais (Minimental 18,2 ± 4,8 vs. 24,7 ± 2,5 [CCL] e 27,6 ± 2,4 [normal]; VFT 9,4 ± 3,0 vs. 15,7 ± 5,0 [CCL] e vs. 19,3 ± 5,1 [normal], ADAS-Cog 23,2 ± 10,2 vs. 10,0 ± 2,7 [CCL] e vs. 5,6 ± 2,3 [normal]; p <0,001 para todas as comparações). Os pacientes com CCL também eram cognitivamente piores que os indivíduos cognitivamente normais (Minimental 24,7 ± 2,5 vs. 27,6 ± 2,4 [p = 0,001]; VFT 15,7 ± 5,0 vs. 19,3 ± 5,1 [p = 0,010]; ADAS-Cog 10,0 ± 2,7 vs 5,6 ± 2,3 [p = 0,032]). Conclusão: O grupo DA apresentou ritmo de descanso atividade interrompido em comparação com pacientes com CCL e idosos normais. Não houve diferença nos padrões actigráficos entre pacientes com CCL e idosos cognitivamente normais.
Abstract: Introduction: Sleep problems are common in dementia, especially in severe cases. Actigraphy has emerged as a valuable method for measuring sleep patterns and has been applied for assessing the rest-activity rhythm in Alzheimer’s disease (AD). A direct comparison between AD and Minimal Cognitive Impairment (MCI) patients, as well as with normal elders, is lacking in the literature concerning actigraphical patters. Methods: This transversal study included 82 ambulatory participants (27 cognitively intact elders, 28 patients with MCI, and 27 patients with late-onset AD with). Subjects with stage 2 or 3 MCI in Clinical Dementia Rating (CDR), use of medications for sleep disturbances, diagnosis of other neurological disease (including non-AD dementias), symptoms suggestive of untreated obstructive sleep apnea or restless leg syndrome, and score higher than 5 in Geriatric Depression Scale (GDS) were excluded. The study was approved by the local Ethical Committee and consisted on the uninterrupted use of a wrist actigraph device for at least 7 days. Demographic and clinical data were collected, including results from cognitive Results: Mini-mental, CDR, AD Assessment Scale – cognitive subscale (ADAS-Cog), Verbal Fluency Test (VFT), clock drawing test, and GDS. Actigraphical records related to rest-activity rhythm were analyzed by an appropriate program, regarding mean intradaily variability (mIV); interdaily stability (IS); mean of the 10 hours of higher activity (M10); mean of the 5 hours of lower activity (L5); relative amplitude (RA). Results: AD group had higher L5 figures (mean and standard deviation: 114.7 ± 124.7 vs. 57.1 ± 48.7; p=0.011) and a trend to higher mIV (0.73 ± 0.15 vs. 0.64 ± 0.15; p=0.055) than the MCI patients. Conversely, RA figures was lower in AD patients (0.94 ± 0.04 vs. 0.97 ± 0.02; p=0.011). Normal subjects showed a trend to lower L5 figures in comparison to AD group (79.7 ± 50.5 vs. 114.7 ± 124.7; p=0.067). As expected, the Alzheimer group exhibited worse performance in all cognitive tests in comparison to the others (Minimental score 18.2 ± 4.8 vs. 24.7 ± 2.5 [MCI] and vs. 27.6 ± 2.4 [normal]; VFT score 9.4 ± 3.0 vs. 15.7 ± 5.0 [MCI] and vs. 19.3 ± 5.1 [normal]; ADAS-Cog score 23.2 ± 10.2 vs. 10.0 ± 2.7 [MCI] and vs. 5.6 ± 2.3 [normal]; p<0.001 for all comparisons). MCI patients also were cognitively worse than normal subjects (Minimental score 24.7 ± 2.5 vs. 27.6 ± 2.4 [p=0.001]; VFT score 15.7 ± 5.0 vs. 19.3 ± 5.1 [p=0.010]; ADAS-Cog score 10.0 ± 2.7 vs. 5.6 ± 2.3 [p=0.032]).Conclusions: AD group exhibited disrupted rest-activity rhythm in comparison to MCI patients and normal elderly. There was no difference in actigraphical patterns between MCI patients and normal subjects.
Palavras-chave: Alzheimer, Doença de
Idosos
Sono
Distúrbios da cognição em idosos
Área(s) do CNPq: SAUDE COLETIVA::SAUDE PUBLICA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade de Passo Fundo
Sigla da instituição: UPF
Departamento: Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária – FAMV
Programa: Programa de Pós-Graduação em Envelhecimento Humano
Citação: MATTOS, Ana Carolina Squeff de. Avaliação de parâmetros actimétricos em idosos saudáveis e com declínio cognitivo. 2018. 70 f. Dissertação (Mestrado em Envelhecimento Humano) - Universidade de Passo Fundo, Passo Fundo, RS, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.upf.br/jspui/handle/tede/1604
Data de defesa: 26-Jul-2018
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Envelhecimento Humano

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018AnaCarolinaSqueffdeMattos.pdfDissertação Ana Carolina Squeff de Mattos519,91 kBAdobe PDFView/Open ???org.dspace.app.webui.jsptag.ItemTag.preview???


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.