Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.upf.br/jspui/handle/tede/1306
Tipo do documento: Dissertação
Título: Estimativas de expectativa de vida em diferentes contextos de saúde: aplicação do método de Sullivan para idosos de pequenos municípios
Título(s) alternativo(s): Estimates of life expectancy in different health contexts: application of the Sullivan method for the elderly in small municipalities
Autor: Bortoluzzi, Emanuelly Casal 
Primeiro orientador: Doring, Marlene
Primeiro coorientador: Portella, Marilene Rodrigues
Resumo: Introdução: A expectativa de vida da população mundial está em crescente aumento, contudo a qualidade de vida desses anos é um aspecto a ser avaliado. Nesse sentido, a capacidade funcional e a presença de doenças crônicas são importantes condições de saúde a serem consideradas, tendo em vista as repercussões negativas na vida do indíviduo, da família e para o sistema de saúde. Para tanto, dentre os métodos de estimativa de expectativa de vida geral e com determinadas condições de saúde o método de Sullivan mostra-se como uma possibilidade simples e fácil de ser aplicada. Porém, essas estimativas não foram encontradas para idosos residentes em municípios de pequeno porte, locais em que as condições de vida e rotina dos idosos podem diferir em relação a grandes municípios. Objetivo: Estimar a expectativa de vida geral, livre de e com incapacidade funcional, doenças crônicas e multimorbidade em idosos residentes em municípios de pequeno porte. Método: Trata-se de um estudo de estimativa de expectativa de vida por meio do método de Sullivan. Utilizou-se os dados de dois estudos transversais, de base populacional, dados referentes a número de habitantes do município no período da coleta dos dados e óbitos em um período de cinco anos, visando diminuir possíveis efeitos sazonais. Resultados: A estimativa encontrada para mulheres aos 60 anos foi 28,7 anos, destes 20,4 anos com multimorbidade, 14,8 anos com três ou mais doenças crônicas, 13,5 anos com incapacidade para atividades instrumentais e 5,1 com incapacidade para atividades básicas da vida diária. Já os homens, estima-se que aos 60 anos podem esperar viver 24,7 anos, dos quais 2,8 anos com incapacidade para atividades básicas, 7,9 anos com incapacidade para atividades instrumentais, 14,9 anos com multimorbidade e 8,9 anos com três ou mais doenças crônicas. Quanto a diferença entre os sexos, as mulheres apresentam número estatisticamente significativo maior de anos a serem vividos com incapacidade para atividades instrumentais da vida diária, multimorbidade e três ou mais doenças crônicas. Conclusão: Mulheres possuem estimativa de expectativa de vida superior aos homens, porém, os homens terão maior proporção de anos a serem vividos sem incapacidade funcional para atividades básicas e instrumentais da vida diária e maior número de doenças crônicas.
Abstract: The world population’s life expectation is increasing; however the quality of life of the current years is an aspect to be observed. By this point, the functional capacity and the presence of chronic diseases are important health’s conditions to be considered, in view of negative repercussions to the person, to the family and to the health system. Therefore, among the estimate methods of general life expectation and with determined health conditions, the Sullivan’s method shows up as a simple and easy possibility to be applied. Nevertheless, these estimates were not founded in resident elderly from small cities, places where life conditions and routine of elderly may be different from the ones who live in big cities. Objective: Estimating general life’s expectation, free or not from functional incapacity, chronic diseases and multimorbity in resident elderly of small cities. Method: It’s about an estimate study of life’s expectation by the Sullivan’s method. Information was used from two cross-sectioned studies, by population base, information related to the number of the city’s habitants in a determined period of information and death collection in a period of five years, aiming at the decrease of possible seasonal effects. Results: The founded estimate for women about 60 years was 28,7 years, 20,4 with multimorbity of these, 14,8 years with three or more chronic disease, 13,5 years with incapacity for instrumental activities and 5,1 with incapacity for life’s routine basic activities. With men, the research shows that the ones with 60 years can live for 24,7 years, of which 2,8 years with incapacity for basic activities, 7,9 years with incapacity for instrumental activities, 14,9 with multimorbity and 8,9 years with three or more chronic disease. About the differences between both sexes, women show a number statistically higher for years to be lived with incapacity to instrumental activities of daily life and multimorbity. Conclusion: Women possess a higher estimative of life’s expectation than men; however, men will possess a higher proportion of years to be lived without functional incapacity to basic and instrumental activities in daily life and greater number of chronic disease.
Palavras-chave: Envelhecimento
Envelhecimento
Expectativa de vida
Área(s) do CNPq: SAUDE COLETIVA::SAUDE PUBLICA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade de Passo Fundo
Sigla da instituição: UPF
Departamento: Faculdade de Educação Física e Fisioterapia – FEFF
Programa: Programa de Pós-Graduação em Envelhecimento Humano
Citação: BORTOLUZZI, Emanuelly Casal. Estimativas de expectativa de vida em diferentes contextos de saúde: aplicação do método de Sullivan para idosos de pequenos municípios. 2017. 108 f. Dissertação (Mestrado em Envelhecimento Humano) - Universidade de Passo Fundo, Passo Fundo, RS, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.upf.br/jspui/handle/tede/1306
Data de defesa: 22-Feb-2017
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Envelhecimento Humano

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017EmanuellyCasalBortoluzzi.pdfDissertação Emanuelly Casal Bortoluzzi645,57 kBAdobe PDFView/Open ???org.dspace.app.webui.jsptag.ItemTag.preview???


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.