Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.upf.br/jspui/handle/tede/740
Tipo do documento: Dissertação
Título: Educação como mediação entre cotidiano e não-cotidiano : a construção da individualidade em Agnes Heller
Autor: Carbonari, Márcia 
Primeiro orientador: Dalbosco, Claudio Almir
Resumo: O presente estudo tem como objetivo analisar a relação entre vida cotidiana e educação e as possibilidades de formação da individualidade com aportes na filósofa húngara Agnes Heller. Compreendendo a vida cotidiana como a base interrogante das necessidades humanas, o dado primeiro e imediato que todo ser humano ao nascer entra em relação e para não perecer precisa apropriar-se dela, viver nela e dar prova de sua capacidade vital. Nesta esfera, o ser humano reproduz a si mesmo diretamente como particularidade e, indiretamente, a sociedade como ser genérico. No entanto, se permanecemos no nível da satisfação das necessidades geradas pela particularidade, nossa vida se reduz a cotidianidade. Desse modo, alienada. Quando a vida cotidiana se torna terreno da alienação o ser humano já não é capaz de cultivar suas próprias capacidades e qualidades de modo tal que se aproprie conscientemente do desenvolvimento humano promovendo a síntese entre particularidade e genericidade. No estudo que desenvolvemos, nos empenhamos em mostrar que existem mediações possíveis e capazes de promover essa síntese por meio da afirmação da individualidade como união vital destes elementos. O indivíduo é o sujeito capaz de escolhas mediadas que leva em conta o particular e o genérico. A individualidade expressa a re-apropriação da humanidade perdida no processo de alienação. Desse modo, o cotidiano pode ser lugar de liberdade, pois é ali que o ser humano vive sua vida e potencializa sua humanidade. A liberdade não é a inversão absoluta do cotidiano, mas um processo que resulta da produção do cotidiano feita pelo sujeito como individualidade. Esse processo parte do cotidiano e o cotidiano redunda como ponto de chegada. A tarefa transformadora do sujeito não é de adequação ao cotidiano, mas como esse sujeito produz liberdade no cotidiano. Neste sentido, a educação como formação crítica, autônoma e cidadã é horizonte entre o que é e o que pode ser, entre o cotidiano e o não-cotidiano na formação da individualidade. A educação que assume como tarefa a construção de sujeitos particulares em sujeitos individuais é um processo crítico e de humanização. Assim, ela é apresentada como processo de compreensão do contexto em que vivemos e dos elementos que são potencializadores e inibidores do desenvolvimento das capacidades e qualidades humanas, como também, é processo de tomada de consciência de que se queremos melhorar nossa vida (a nossa e a dos outros) precisamos atuar sobre esse contexto, não esperando que algo externo a nós ou alguém o modifique, ou seja, devemos atuar para gerar as condições que permitam a ampliação da individualidade. Neste sentido, a educação deve gerar a compreensão em torno do cotidiano opressivo e inviabilizador da individualidade, ao mesmo tempo, mostrar ao educando as possibilidades de liberdade gestadas do e no cotidiano.
Abstract: The present study has the objective to analyze the relation between daily life and education and the possibilities of individuality development, based on Agnes Heller, a Hungary philosopher. Having a comprehension about daily life as a questioning bases of human necessities, the first and immediate fact is that all human being at birth get into relation and to not perish he or she needs to take possession of it, live the daily life and give prove of his or her vital capacity. In this range of action, the human being reproduces itself directly as particularity and, indirectly, the society as a generic being. However, if we remain at the level of satisfaction of necessities generated at the level of satisfaction of necessities generated by the particularity, our life is reduced to daily. This way, alienated. When everyday life becomes a terrain of alienation the human being is by this time not able of cultivating its own capacities and qualities in such a way to set apart consciously the human development promoting the syntheses between particularity and generality. In the study we developed, we afford to show that exist possible and capable mediations to promote this syntheses by the affirmation of individuality as a vital union of these elements. The individual is the capable subject of choosing measures that take into account the particular and generic. The individuality expresses the re-appropriation of the lost humanity in the process of alienation. This way, daily can be a place of freedom, so it´s there that human being lives and power his or her humanity. Liberty is not the absolute inversion of daily, but a process that results on the production of daily, done by the subject as individuality. This process, part of daily and the daily result as an arriving point. The changing subject´s task is not of adequacy to daily, but how this subject produces freedom daily. In this way, education as a critical formation, autonomous and citizen is a horizon between what is and what can be, between daily and no daily in the formation of individuality. The education assumed as an assignment to the construction of particular subjects into individual subjects is a critical process of humanization. In this way, it is presented as process of comprehension of the context we live and the elements that are powered and restrainers of capabilities and qualities of human development, as well it is a process of becoming conscious that if we want to improve our lives (ours and others live) we need to act in this context, not waiting that something external to us or somebody modifies it, it is, we must act to generate the conditions that permits the enlargement of individuality. In this direction, the education must generate the comprehension about the oppressive daily and unviability of individuality and at the same time show to the students the possibilities of freedom generated from and in the daily basis.
Palavras-chave: Heller, Agnes - 1929-
Educação
Individualidade
Desenvolvimento da personalidade
Heller, Agnes - 1929
Education
Individuality
Personality - development
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: 
Instituição: 
Sigla da instituição: 
Departamento: Educação
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://10.0.217.128:8080/jspui/handle/tede/740
Data de defesa: 31-Aug-2012
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Educação

Files in This Item:
File SizeFormat 
2012Marcia_Carbonari.pdf379,25 kBAdobe PDFView/Open ???org.dspace.app.webui.jsptag.ItemTag.preview???


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.