Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.upf.br/jspui/handle/tede/497
Tipo do documento: Dissertação
Título: Cultivo in vitro e estaquia de Ginkgo biloba L.
Título(s) alternativo(s): In vitro culture and cuttings of Ginkgo biloba L.
Autor: Sexto, Paloma Alves da Silva 
Primeiro orientador: Grando, Magali Ferrari
Nienow, Alexandre Augusto
Resumo: Ginkgo biloba (Ginkgo biloba L.) é uma espécie ornamental originária da China e tem despertado o interesse científico no Ocidente, em função da sua capacidade de sintetizar compostos químicos, como ginkgolides e bilobalide, úteis no tratamento de diversas doenças. A dioicia, a dormência das sementes fora do seu habitat original e o baixo número de exemplares disponíveis no Brasil, são alguns dos fatores limitantes que justificam o desenvolvimento de técnicas como a cultura de tecidos e estaquia para sua multiplicação. Visando estudar o comportamento da Ginkgo biloba durante o cultivo in vitro e estaquia, foram realizados cinco experimentos onde foram avaliadas as respostas morfogenéticas e o desenvolvimento dos ápices caulinares e segmentos nodais cultivados em diferentes meios de cultura, bem como o potencial de enraizamento de estacas semilenhosas utilizando diferentes concentrações do regulador de crescimento AIB (ácido indolbutírico). Não foi possível estabelecer o cultivo in vitro a partir de segmentos nodais devido a elevadas contaminações fúngicas. Os ápices caulinares cultivados em meio MS (MURASHIGE e SKOOG, 1962) e WPM (LLOYD e McCOWN, 1980) sem reguladores de crescimento apresentaram o desenvolvimento de brotações a partir os meristemas pré-existentes, sendo que o meio MS induziu maior freqüência de brotações e número de folhas/explante. Meios suplementados com reguladores de crescimento benzilaminopurina (BAP 0, 0,5 1,0 e 2,0 mg L-1), cinetina (CIN 0, e 1,0 mg L-1 ) combinados com ácido naftalenoacético (ANA 0 e 0,1 mg L-1) e ácido indolacético (AIA 0 e 1,0 mg L-1) e ácido giberélico (GA3 0 e 0,5 mg L-1 ), suplementados ou não com aditivos nutricionais, induziram a produção de calos em 100 % dos ápices caulinares. A freqüência de calos organogênicos, bem como a sobrevivência dos mesmos foi influenciada pela composição do meio de cultura, sendo a combinação de KIN+AIA+L-prolina+caseína hidrolizada positiva para a indução deste tipo de calo. No experimento realizado com estaquia, o enraizamento obtido nas três doses de AIB testadas, foi de 2,5 %
Abstract: Ginkgo biloba is an ornamental specie originated from China and has called scientific attention in the west due to the production of chemical compounds as ginkgolides and bilobalide, useful in the treatment of various diseases. The dioecious, the dormancy of the seeds out of their original habitat and the low number of samples available in Brazil, are the limitative factors that justify the development of techniques like the tissue culture and cutting for its multiplication. Aiming to study the behavior of Ginkgo biloba during the in vitro culture and cutting it were carried out five experiments being evaluated the morphogenesis responses and the development of shoot-tips and nodal segments cultured in different culture media; as well the potential rooting of semi hardwood cuttings using different concentrations of growth regulator IBA (indolbutyric acid).It was not possible to establish the in vitro culture from nodal segments due to high rate of fungi contamination. The shoot-tips cultivated on media MS (MURASHIGE and SKOOG,1962)and WPM (LLOYD and McCOWN, 1980) without growth regulator presented the development of shoots from pre-existing shoot-tips, and the MS medium induced higher frequency of shooting and larger number of leaves/explant. Culture media supplemented with the benzilanimopurine (BAP 0, 0.5 1.0 and 2.0 mg L-1 ), kinetin (KIN 0 and 1.0 mg L-1), naftalenoacetic acid (NAA 0 and 0.1 mg L-1), indolacetic acid (IAA 0 and 1.0 mg L-1) and giberelic acid (GA3 0 and 0.5 mg L-1) growth regulators, combined or not with the nutritional addicts, promoted the induction of organogenic callus in 100 % of the shoot-tips cultured. The frequency of organogenic calli, as well the survival of them, were influenced by the composition of the medium, and the combination of KIN+AIA +L-proline+casein hydrolyzed was positive to the induction of this type of callus. In the experiment made with cuttings, the rooting obtained in the 3 doses of IBA tested was 2,5 %
Palavras-chave: Ginkgo - Cultivo
Ginkgo - Propagação por estaquia
Ginkgo - Culture
Ginkgo - Cuttings
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade de Passo Fundo
Sigla da instituição: UPF
Departamento: Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária – FAMV
Programa: Programa de Pós-Graduação em Agronomia
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://10.0.217.128:8080/jspui/handle/tede/497
Data de defesa: 22-Dez-2005
Aparece nas coleções:Programa de Pós-Graduação em Agronomia

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
2005PalomaAlvesdaSilvaSexto.pdf2,47 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.