Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.upf.br/jspui/handle/tede/464
Tipo do documento: Dissertação
Título: Potencial de genótipos de canola (Brassica napus L. var. oleifera) na supressão de plantas daninhas
Título(s) alternativo(s): Potential of canola genotypes (Brassica napus L. var. oleifera) for weed suppression
Autor: Rizzardi, Aline 
Primeiro orientador: Rizzardi, Mauro Antonio
Resumo: A alelopatia é um fenômeno natural que ocorre entre vegetais, pela produção de substâncias químicas liberadas no ambiente. Diversas espécies e entre elas as plantas cultivadas tem a capacidade de suprimirem o crescimento de outras, porém, nem sempre são conhecidos os mecanismos desta supressão, o que inviabiliza seu uso no manejo de plantas daninhas. A canola produz uma série de compostos alelopáticos que influenciam na germinação e no crescimento de plantas ao seu redor. Com o objetivo de avaliar o potencial alelopático de genótipos de canola (Brassica napus L. var. oleifera), foram desenvolvidos três experimentos no Centro de Extensão e Pesquisa Agropecuária da Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária e no Centro de Pesquisa em Alimentos da Universidade de Passo Fundo. O primeiro experimento avaliou o efeito de extratos aquosos de genótipos de canola na germinação e comprimento da radícula de picão-preto (Bidens pilosa L.). Para tal, testaram-se treze genótipos de canola e cinco concentrações do extrato aquoso (100%, 75%, 50%, 25% e 0%). Avaliou-se a germinação de aquênios de picão-preto. Constatou-se que os extratos de canola influenciam negativamente a germinação de aquênios e o comprimento da radícula de picão-preto e que baixas concentrações de extratos estimulam tanto o crescimento da radícula quanto porcentagem de germinação dos aquênios de picão-preto. De maneira geral, existem poucas diferenças entre os genótipos na capacidade de inibir a germinação e o comprimento da radícula. Quando existem diferenças, elas se manifestam nas concentrações mais baixas do extrato. O segundo experimento constou da análise cromatográfica dos genótipos de canola, os resultados mostraram a inexistência de diferenças entre os perfis cromatográficos, indicando que os genótipos não diferem quanto a produção de compostos. O terceiro experimento teve como objetivo avaliar a supressão de plantas daninhas, causada pela cultura da canola e o seu impacto no rendimento de grãos da soja semeada em sucessão. Os tratamentos avaliados foram três genótipos de canola (Hyola 43, Hyola 401 e Hyola 420), uma testemunha sem palha e uma testemunha com aveia-preta. Observou-se que a canola exerce efeito inibitório somente sobre o carrapichão e reduz a população de plantas de soja, porém, não interfere negativamente no rendimento de grãos e componentes do rendimento da soja
Abstract: Alellophaty is a natural phenomenon among plants and its characterized by the production of chemical substances released in the environment. Several plants, including the cultivated species, have the capability to suppress other plant growth, although the mechanisms of growth suppression are frequently unknown, which makes not feasible its use in the management of harmful plants. Canola produces several alellopathic compounds that influence the germination and the development of plants growing around it. The objective of this work was to evaluate the alellophatic potential of canola (Brassica napus L. var. oleifera) genotypes. Three experiments were carried out at the Center of Extension and Farming Research and at the Center of Food Research of the University of Passo Fundo. The first experiment evaluated the effects of canola aqueous extract on achene germination and length of seminal roots of hairy beggartick (Bidens pilosa L.). Thirteen canola genotypes and five concentrations of extract were tested (100%, 75%, 50%, 25% and 0%). The canola extracts negatively influenced achene germination and root growth, although low extract concentrations stimulated the same processes. Overall, there were few differences among genotypes in their capability to inhibit germination and seminal root growth. Differences among them were detected only at low extract concentrations. In the second experiment, with chromatographic analysis of canola genotypes, the resulting profiles were similar, indicating the genotypes did not differ in production of chemicals. In a third experiment, weed suppression and the yield of soybean sown in succession to canola (genotypes Hyola 43, 401 Hyola and Hyola 420), black oat (Avena strigosa Schreb) residues and a check without straw were evaluated. Canola inhibited Xanthium strumarium L and reduced the population of soybean plants, but there were no differences in soybean yield and its components from the other treatments. Therefore, the preceding crop of canola had no negative effect on the yield of following soybean crop
Palavras-chave: Colza - Cultivo
Erva daninha - Controle
Alelopatia
Cromatografia a líquido
Allelopathy
Liquid chromatography
Weeds
Colza
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOSSANIDADE
Idioma: por
País: Universidade de Passo Fundo
Instituição: Universidade de Passo Fundo
Sigla da instituição: BR
Departamento: Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária – FAMV
Programa: Programa de Pós-Graduação em Agronomia
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://10.0.217.128:8080/jspui/handle/tede/464
Data de defesa: 25-May-2007
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Agronomia

Files in This Item:
File SizeFormat 
2007AlineRizzardi.pdf876,28 kBAdobe PDFView/Open ???org.dspace.app.webui.jsptag.ItemTag.preview???


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.