Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.upf.br/jspui/handle/tede/463
Tipo do documento: Dissertação
Título: Fitotoxicidade de herbicidas em função do manejo do nitrogênio no milho
Título(s) alternativo(s): Phytotoxicity of herbicides as a function of nitrogen management in corn
Autor: Endrigo, Paulo Cesar 
Primeiro orientador: Rizzardi, Mauro Antonio
Resumo: O ciclo do milho (Zea mays) possui etapas de desenvolvimento nas quais se busca manter sua sanidade e adequada demanda nutricional. Porém, pelo rápido desenvolvimento da cultura, as etapas de manejo ocorrem em curto intervalo de tempo que, muitas vezes, coincidem com a aplicação simultânea de herbicidas e fertilizantes. Esta pesquisa tem como objetivo avaliar a interação de herbicidas pós-emergentes, épocas e métodos de aplicação da adubação nitrogenada em cobertura na fitotoxicidade e no rendimento de grãos da cultura do milho. Foram instalados dois experimentos a campo nos anos de 2012 e 2013 e em casa de vegetação no ano de 2014 (Experimento I e II). O delineamento experimental foi de blocos casualizados, arranjados em parcelas subsubdividas (campo) e sub-divididas (casa de vegetação), com quatro repetições. No experimento a campo, a parcela principal constou de herbicidas (nicosulfuron, mesotriona e tembotriona) e testemunha (glifosato), as sub parcelas constaram de épocas de manejo de nitrogênio (N) (7 dias antes da aplicação dos herbicidas ¿ 7 DA, no dia da aplicação dos herbicidas - ND e 7 dias depois da aplicação dos herbicidas ¿ 7 DD) e nas sub-subparcelas avaliou-se o método de manejo de nitrogênio (N) (incorporado ao solo ou distribuído a lanço, em cobertura). No Experimento em casa de vegetação usou-se os mesmos herbicidas e épocas de aplicação do N no Experimento I e no Experimento IIadicionou-se o híbrido P1630H. As análises das variáveis respostas indicaram redução de fitotoxicidade com o desenvolvimento da cultura, independentemente de tratamentos, tornando-se inexistente aos 21 dias após aplicação de herbicidas (DAH). Os efeitos dos tratamentos na fotossíntese total iniciaram a partir aos 14 DAH. O peso de grãos por espiga e matéria seca (MS) da parte aérea no estádio V8 incrementou quando foi aplicado nitrogênio (N) aos 7 DD. A altura de planta foi menor em função do uso do mesotriona e a inserção de espiga maior quando a época de aplicação de N foi realizada 7 DD. O rendimento de grãos não foi afetado pelos herbicidas e método de aplicação de N e aumentou quando a época de aplicação de N foi realizada aos 7 DD. A incorporação de N reduziu fitotoxicidade de herbicida quando comparado com o método a lanço. Em casa de vegetação, os sintomas de fitotoxicidade reduziram com o desenvolvimento da cultura. A MS da parte aérea em V8 reduziu em função do mesotriona e nicosulfuron e aumentou quando a época de aplicação de N foi realizada ND, mas não diferenciou da aplicação aos 7 DD. A MS da parte aérea em V8 aumentou para o híbrido P30F53HR em relação ao P1630H. O teor relativo de clorofila reduziu em função dos herbicidas e a fotossíntese total (FT) aumentou para o híbrido P1630H a partir aos 14 DAH. A fotossíntese quântica (QY) aumentou para o híbrido P30F53HR aos 14 DAH. O uso do clorofilômetro e fluorômetro serviram de parâmetro para confirmar danos foliares causados por herbicidas e medir a eficiência taxa fotossintética nas plantas. Os resultados da casa de vegetação confirmaram os resultados de campo, uma vez que a cultura apresentou, em ambas as situações, potencial de recuperação após danos foliares causados por herbicidas.
Abstract: The maize cycle (Zea mays) has stages of development in which it seeks to maintain its sanity and adequate nutritional demand. However, due to the rapid development of the crop, the management stages occur in a short period of time, which often coincide with the simultaneous application of herbicides and fertilizers. The objective of this research was to evaluate the interaction of post-emergent herbicides, seasons and methods of application of nitrogen fertilization to cover corn phytotoxicity and grain yield. Two experiments were installed in the field in the years of 2012 and 2013 and in greenhouse in the year 2014 (Experiment I and II). The experimental design was randomized blocks, arranged in sub-subdivide (field) and sub-divided plots (greenhouse), with four replications. In the field experiment, the main plot consisted of herbicides (nicosulfuron, mesotrione and tembotrione) and control (glyphosate), the subplots consisted of nitrogen (N) management times (7 days before herbicide application Day of application of the herbicides - ND and 7 days after the application of the herbicides 7 7 DD) and in the sub-subplots the nitrogen (N) management method (soil incorporated or distributed under cover) was evaluated. In the Greenhouse experiment the same herbicides and application times of N were used in Experiment I and in Experiment II the hybrid P1630H was added. The analyzes of the response variables indicated phytotoxicity reduction with the development of the crop, independently of treatments, becoming non-existent at 21 days after application of herbicides (DAH). The effects of treatments on total photosynthesis started at 14 DAH. The grain weight per spike and dry matter (DM) of the aerial part in the V8 stage increased when nitrogen (N) was applied at 7 DD. The plant height was lower due to the use of mesotrione and the greater spike insertion when the application time of N was performed 7 DD. Grain yield was not affected by herbicides and method of application of N and increased when the time of application of N was performed at 7 DD. N uptake reduced herbicide phytotoxicity when compared to the haul method. In a greenhouse, the symptoms of phytotoxicity reduced with the development of the crop. The shoot MS in V8 reduced as a function of mesotrione and nicosulfuron and increased when the N application time was performed ND, but did not differentiate from the application at 7 DD. The shoot MS in V8 increased for the P30F53HR hybrid over P1630H. The relative chlorophyll content decreased as a function of the herbicides and total photosynthesis (FT) increased for the hybrid P1630H from 14 DAH. Quantum photosynthesis (QY) increased for the hybrid P30F53HR at 14 DAH. The chlorophyllometer and fluorometer used as parameters to confirm leaf damage caused by herbicides and to measure the photosynthetic efficiency of the plants. The greenhouse results confirmed the field results, since the crop presented, in both situations, potential for recovery after foliar damage caused by herbicides.
Palavras-chave: Agronomia
Grãos - Doenças e pragas
Milho - Doenças e pragas
Herbicidas
Agronomy
Grains - Diseases and pests
Maize - Diseases and pests
Herbicides
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade de Passo Fundo
Sigla da instituição: UPF
Departamento: Ciências Agrárias
Programa: Programa de Pós-Graduação em Agronomia
Citação: ENDRIGO, Paulo Cesar. Fitotoxicidade de herbicidas em função do manejo do nitrogênio no milho. 2016. 119 f. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade de Passo Fundo, Passo Fundo, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://10.0.217.128:8080/jspui/handle/tede/463
Data de defesa: 14-Jul-2016
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Agronomia

Files in This Item:
File SizeFormat 
2015Paulo Endrigo.pdf741,78 kBAdobe PDFView/Open ???org.dspace.app.webui.jsptag.ItemTag.preview???


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.