Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.upf.br:8080/jspui/handle/tede/416
???metadata.dc.type???: Tese
Title: Ecofisiologia e produção hortícola de Nymphoides indica e Myriophyllum aquaticum como estratégia para a valorização das áreas úmidas do Planalto Médio do Rio Grande do Sul
???metadata.dc.creator???: Tedesco, Carla Denise 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Petry, Claudia
Bortoluzzi, Edson Campanhola
???metadata.dc.description.resumo???: Nas áreas úmidas se desenvolvem plantas adaptadas à condições de alagamento. Com a finalidade de valorizar estas unidades paisagem, procurou-se identificar espécies, caracterizar o ambiente e avaliar o potencial ornamental e hortícola das plantas destes ambientes. Inicialmente foram caracterizadas cinco áreas de preservação permanente. Os experimentos foram conduzidos com as espécies de macrófitas selecionadas de quatro áreas. Estas foram submetidas a dois níveis de água (alto e baixo), a duas luminosidades (pleno sol e 50% de sombreamento) e a avaliação de seu desenvolvimento. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, com arranjo em esquema de sub parcelas com sete repetições. Nas áreas escolhidas foram registrados 33 táxons, variando de 4 à 23 plantas aquáticas por unidade de paisagem. Como resultado da avaliação do potencial ornamental, no campo, foram selecionadas cinco espécies, e destas foram eleitas Nymphoides indica e Myriophyllum aquaticum, para a fase de produção. N. indica respondeu ao tratamento água nível alto a pleno sol, aumentando o número de folhas, comprimento de caule e floração, mas não diferiu de água nível alto sombreado quanto ao diâmetro de caule. A área foliar foi maior na condição água nível alto com sombreamento. Em água nível baixo, ocorreu desenvolvimento das plantas, com inibição da floração na condição sombreada, sendo indicado seu uso, nestas condições, somente para recuperação de áreas degradadas. M. aquaticum, avaliado em comprimento de caule respondeu melhor a água nível alto com sombreamento. A forma de propagação vegetativa com rizomas em N. indica e estacas em M. aquaticum, proporcionaram 100% e 89% de viabilidade, respectivamente. As duas espécies foram avaliadas positivamante para uso em jardins aquáticos, para uso em áreas úmidas com vulnerabilidade ou degradadas e para usos com a finalidade de enriquecer as paisagens naturais destas áreas
Keywords: Plantas aquáticas - Rio Grande do Sul
Plantas ornamentais - Rio Grande do Sul
Plantas - Efeito da umidade do solo
Aquatic plants - Rio Grande do Sul (Brazil)
Plants, Ornamental - Rio Grande do Sul (Brazil)
Plants, Effect of soil moisture on
???metadata.dc.subject.cnpq???: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::RECURSOS FLORESTAIS E ENGENHARIA FLORESTAL::SILVICULTURA::SOLOS FLORESTAIS
???metadata.dc.language???: por
???metadata.dc.publisher.country???: 
Publisher: 
???metadata.dc.publisher.initials???: 
???metadata.dc.publisher.department???: Ciências Agrárias
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Agronomia
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://10.0.217.128:8080/jspui/handle/tede/416
Issue Date: 9-Sep-2011
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Agronomia



Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.