Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.upf.br/jspui/handle/tede/1022
Tipo do documento: Dissertação
Título: A humanização da "coisa" em Os escravos, de Castro Alves
Autor: Campos, Éverton Luís Matos de 
Primeiro orientador: Becker, Paulo
Resumo: Esta dissertação parte sempre da exploração do texto poético de Castro Alves (Os Escravos), com o intuito de compreender como o ―poeta dos escravos‖ busca humanizar o cativo (semovente/animal/propriedade) diante dos olhos do leitor branco de sua época, assim como a sua motivação. Partimos da compreensão de que, a obra Os Escravos, é um organismo e não a mera junção de textos líricos com profusão de temas. Propusemos uma divisão temática e metodológica dentro da obra, mapeando dessa forma os passos decisivos para a humanização do negro escravo. Nesse ponto, as concepções de Gorender (1985) e Mattoso (2003) nos ofereceram suporte para compreender a mentalidade escravocrata brasileira do século XIX. Essa divisão nos proporcionou ainda, entender como o poeta baiano funde, na mesma figura, negro e povo brasileiro, em contraponto ao escravista que representa a monarquia, o que dá a lírica castroalvina um sentido de discurso republicano. Nosso foco de análise também repousou na forma enunciativa e dialógica dessas composições líricas, a partir do estudo de Bakhtin (1992) sobre os temas
Abstract: This master thesis starts from the study of Castro Alves poetical text (Os Escravos), in order to understand how "The Poet of the Slaves" pursuits to humanise the captive (livestock/animal/property) before the eyes of the white readers of his era, as well as his motivation. We start from the understanding that the literary work is an organism and not a mere junction of lyrical texts with a profusion of themes. We propose a thematic and methodological division within the work, thus mapping the crucial steps to the humanisation of the black slave. In this point, the conceptions of Gorender (1985) and Mattoso (2003) presented us bases to understand the Brazilian enslaver nineteenth century mindset. This division provided us also understand how the Bahian poet merges, in the same figure, the black and the Brazilian people, in counterpoint to the enslaver that represents the monarchy, giving the lyric a republican sense. Our analysis also focus on the enunciative and dialogical form of this lyrical compositions, from the studies of Bakhtin (1992) about these themes
Palavras-chave: Alves, Castro, 1847-1871. Os escravos
Análise do discurso literário
Análise linguística
Escravos - Abolição
Alves, Castro, 1847-1871. Slaves
Literary discourse analysis
Linguistic analysis
Slaves - Abolition
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade de Passo Fundo
Sigla da instituição: UPF
Departamento: Estudos Linguísticos e Estudos Literários
Programa: Programa de Pós-Graduação em Letras
Citação: CAMPOS, Éverton Luís Matos de. A humanização da "coisa" em Os escravos, de Castro Alves. 2014. 191 f. Dissertação (Mestrado em Estudos Linguísticos e Estudos Literários) - Universidade de Passo Fundo, Passo Fundo, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://10.0.217.128:8080/jspui/handle/tede/1022
Data de defesa: 9-Jun-2014
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Letras



Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.